pétala por pétala

por que que eu fui
me meter nessa fria
cair em sua mão
de melancolia?

acho que à época
eu nada sabia
que aquele que sabe
nem sempre sabia

que a sábia era eu
eu que tudo sentia

 

(Clara Cruz)

 

← Ver outros poemas