gira-gira

A poesia,
esse lento caleidoscópio de imagens…
cada palavra é o flagra de um movimento…

Em cada uma eu me prendo
atento…
atento…

Até descobrir que o mistério
não está nas palavras
(nas cores…)
O mistério está é no movimento
que é lento
que é lento…

Estou tonto de poesia…
bêbado
de sentimento!

 

(Clara Cruz)

 

← Ver outros poemas