cristal

Não queiras ferir a fina
natureza de um peixe.

Não queiras turvar suas águas.
Pode ser que ele te deixe…

Natural o peixe nada
justo para se afogar.

Não penses que quer ajuda
ou ser salvo deste mar.

Nada em uma direção.
E para nunca mais voltar.

(Clara Cruz)

 

← Ver outros poemas